Onde est� o Aedes?

nível de
atenção

10/06/2015

Dengue: conhea mais sobre o mosquito e mitos e verdades da doena

Ovo pode resistir 500 dias no secoAs caractersticas climticas de Porto Alegre contribuem para a diminuio da populao de mosquitos transmissores da dengue, o Aedes aegypti, no perodo de outono e inverno. No entanto, mesmo nessa poca, necessrio manter os cuidados para evitar a proliferao intensa do mosquito, que ocorre a partir da primavera ou em perodos de calor durante o ano.
 
Como no h vacina disponvel para a dengue, o controle do vetor a nica medida eficaz para a preveno da doena. Para prevenir a proliferao do mosquito, importante conhecer o inseto e seus hbitos e, tambm, estar atento aos mitos e verdades que se relacionam com o Aedes aegypti  e a dengue.
 
O bilogo da Coordenadoria Geral de Vigilncia em Sade Getlio Dornelles Souza lembra que, na zona urbana, “grande parte das pessoas acha que os mosquitos nascem do mato e referem que o problema da infestao e picadas desses nas suas casas devido ao terreno baldio do lado, isso um mito”. No entanto, enfatiza Souza, em vistoria residncia, verificado, muitas vezes, que ela est repleta de pratos de vasos de plantas, calhas e ralos pluviais com gua, mantendo pequenos animais em forma de verme (larvas), que so as formas jovens dos mosquitos. “Os cidados no associam que para existir o inseto alado (mosquito) deve ocorrer primeiramente a sua fase jovem na gua”, ressalta o tcnico.
 
A picada e a dengue - No so todos os Aedes aegypti que transmitem a dengue. A fmea do mosquito suga o sangue humano para obter energia e amadurecer seus ovos, mas, apenas as fmeas infectadas podem passar a doena para um humano.  Para produzir um lote de ovos, o mosquito da dengue pode picar de uma a cinco pessoas. Os mosquitos costumam picar o ser humano no comeo da manh ou no fim de tarde e, ao picar, a fmea aplica no ser humano uma substncia anestsica, fazendo com que a picada seja indolor. As regies mais visadas so as que se encontram descobertas e acessveis, como os ps, tornozelos e pernas.
 
Altura do voo -  Outro mito lembrado por Souza: os mosquitos no voam muito alto, para colonizar as moradias nas partes altas das edificaes. “Se a pessoa tiver levado para o seu apartamento um vaso ou um prato com ovos do inseto, que so muito resistentes dessecao, eles eclodiro e o inseto poder se manter nesse local ajardinado. Alm disso, isto no significa que, acidentalmente, eles no possam pegar elevador.
 
Do ovo ao voo - Este um dos motivos para se erradicar as larvas do inseto – o ciclo de vida do mosquito estimado entre 10 e 12 dias, da fase aqutica fase adulta, ou seja, da ecloso dos ovos ao mosquito adulto. Nesse curto perodo de tempo as larvas se transformam em mosquitos, passando a ter um potencial grande para infectar vrias pessoas. Por isso, importante que a pessoa elimine os criadouros (qualquer recipiente que acumule gua limpa e parada) uma vez por semana, para romper com o ciclo de vida dele.
 
E importante lembrar que os ovos podem permanecer em ambiente seco por at 500 dias, aguardando as condies climticas favorveis para o desenvolvimento embrionrio inicial das larvas. Assim, mesmo que os insetos adultos no sejam favorecidos pelas baixas temperaturas, os ovos se mantm em condio de eclodir na primavera ou no vero, basta que entrem em contato com a gua. Por isso, a eliminao de qualquer acmulo de gua fundamental para evitar a proliferao do inseto.
 
Mito e verdade - Sujeira ou pobreza no deve ser associada presena de mosquitos. A presena de mosquitos deve estar associada a um local com gua, onde as formas jovens podem se desenvolver. Portanto, casas limpas, de pessoas com maior poder aquisitivo, no esto livres de ter criadouros de mosquitos em vasos de plantas, calhas entupidas, ralos pluviais, etc. Por outro lado, verdadeiro afirmar que reas naturais alagadas, arroios, lagos artificiais e vales so ambientes onde as formas jovens do mosquito transmissor da dengue no se desenvolvem.
 
Inseto est presente na Capital desde 2001Histria do vetor - O Aedes aegypti  originrio do Egito, na frica, mas vem se espalhando pelas regies tropicais e subtropicais do planeta desde o sculo 16, e foi descrito cientificamente pela primeira vez em 1762. Naquela poca, se chamava Culex aegypti (mosquito egpcio). O nome definitivo – Aedes aegypti – foi estabelecido em 1818. Relatos da Organizao Pan-Americana de Sade (OPAS) mostram que a primeira epidemia de dengue no continente americano ocorreu no Peru, no incio do sculo 19, com surtos no Caribe, Estados Unidos, Colmbia e Venezuela.
 
O mosquito no Pas - No Brasil, os primeiros relatos de dengue datam do final do sculo 19. No incio do sculo 20, o mosquito era considerado um problema por causa da transmisso da febre amarela urbana. Em 1955, o Brasil erradicou o Aedes aegypti como resultado de medidas para controle da febre amarela nas cidades. No final da dcada de 1960, o relaxamento das medidas adotadas e a presena do vetor em pases vizinhos levaram reintroduo do vetor no Brasil. Hoje, o mosquito encontrado em todos os Estados brasileiros. Em Porto Alegre, o Aedes aegypti est presente desde 2001, aumentando a incidncia ano a ano.