Onde est� o Aedes?

nível de
atenção

13/07/2017

Temperaturas mais altas alertam para aumento na infestao do Aedes

O monitoramento inteligente do Aedes aegypti (MI Aedes) realizado pela prefeitura de Porto Alegre indica que o ndice mdio de infestao de fmeas adultas (IMFA) do inseto vetor da dengue, zika e chikungunya na Capital apresenta tendncia de aumento com o registro de temperaturas mais elevadas nos ltimos dias. O IMFA obtido semanalmente a partir do monitoramento de 935 armadilhas para captura do mosquito adulto em 31 bairros da cidade considerados como vulnerveis para dengue, de acordo com a Nota Tcnica n.118/2011 do Ministrio da Sade, e com histrico dos casos de dengue, zika e chikungunya confirmados na cidade. 
 
Na Semana Epidemiolgica 27 de 2017 (que vai de 02 a 08/07/17), o IMFA de Porto Alegre ficou em 0,11, status satisfatrio. Mesmo ainda em nvel satisfatrio, o ndice mais elevado do que o registrado em anos anteriores no mesmo perodo. 

Como as temperaturas esto mais elevadas do que seria previsto para o inverno, e com a proximidade de perodo de frias e de viagens, importante incrementar antes da viagem as medidas de controle do vetor, dentre elas verificao e eliminao de gua parada em ptios, calhas, ralos, alm de descarte de resduos inservveis, entre outras. Essencial ter olhos atentos para qualquer objeto que possa acumular gua neste momento, pois uma limpeza correta resulta na retirada de  retiramos ovos que eclodiriam em perodos mais quentes, na primavera. necessrio corrigir o intervalo do IMFA crtico que comea em 0,60. E o de alerta vai de 0,30 a 0,60.
 
Tambm fundamental que as pessoas que viajem para locais com eventual transmisso viral e casos confirmados de dengue, chikungunya ou zika fiquem atentas aos sintomas dessas doenas. Diante deles, importante procurar atendimento mdico e referir a viagem para local com confirmao de dengue. As doenas transmitidas pelo Aedes so de notificao compulsria por servios de sade e profissionais da rea. A notificao Coordenadoria Geral de Vigilncia em Sade da Secretaria Municipal de Sade (CGVS/SMS) desencadeia aes de controle vetorial quando necessrias, incluindo bloqueio de transmisso (aplicao de inseticida) quando h casos importados de dengue (contrados fora de Porto Alegre) confirmados ou suspeitos de zika ou chikungunya.
 
Entenda o IMFA – O monitoramento dos mosquitos adultos uma iniciativa implantada em pela prefeitura, em 2012, em Porto Alegre. Com a metodologia, possvel acompanhar, semanalmente, a densidade de mosquitos adultos em cada uma das armadilhas. O nmero de coletas de fmeas adultas do inseto gera o IMFA, considerado por semana epidemiolgica. Este ndice dividido em satisfatrio, moderado, alerta e crtico, de acordo com o nmero de fmeas coletadas no total das armadilhas. Respectivamente, cada uma das faixas tem o seguinte intervalo de IMFA: satisfatrio, 0 a 0,15; moderado, 0,15 a 0,30; alerta, 0,30 a 0,60; e crtico, IMFA superior a 0,6. A relao entre o IMFA e a classificao dos ndices de infestao adotados pelo Ministrio da Sade a seguinte: IMFA satisfatrio – baixa infestao, IMFA moderado e alerta, mdia infestao; IMFA crtico, alta infestao. 
 
O IMFA da cidade poder ser consultado no site ‘Onde Est o Aedes” (www.ondeestaoaedes.com.br), mantido pela Secretaria Municipal de Sade, no menu Monitoramento, acompanhando o mapa semanal da infestao publicado no site.
 
Casos – A SMS, por meio da Equipe de Vigilncia de Doenas Transmissveis, emitiu nesta semana a atualizao dos nmeros da dengue, zika e chikungunya na cidade no primeiro semestre. De acordo com o Boletim publicado no site Onde Est o Aedes? Porto Alegre no registrou casos autctones das doenas. Importados, foram confirmados dois casos de dengue (pacientes com histrico de viagem a Indonsia e Pernambuco), um de zika (Cuba) e cinco de infeco pelo vrus da chikungunya (trs com histrico de viagem ao Cear, um ao Par e um ao Rio de Janeiro). Acesse o boletim neste link
 
Semana Epidemiolgica (SE) – por conveno internacional, as SE so contadas de domingo a sbado. A primeira semana do ano a que contm o maior nmero de dias de janeiro; a ltima, a que contm o maior nmero de dias de dezembro.